Senador derrotado Jorge Viana acha que Moro é uma ameaça na pasta da justiça

Publicado em 4 de novembro de 2018

O senador petista Jorge Viana, derrotado na última eleição, usou as redes sociais para comentar a indicação de Sérgio Moro para comandar o Ministério da Justiça no governo de Bolsonaro. Sérgio Moro é o principal alvo de críticas dos petistas quando o assunto é Lava Jato e, conseqüentemente, a prisão do líder soberano do PT, ex-presidente Lula. Jorge Viana chegou a sugerir, na época, que Lula desacatasse Sérgio Moro. O senador acreano usou a tribuna do Senado inúmeras vezes para afirmar que Moro condenou Lula sem provas e que tudo não passou de perseguição política.

Hoje o senador já nos últimos meses de mandato, ver Moro comandando a justiça como uma ameaça a ele e outros que tiveram seus nomes envolvidos na corrupção nos últimos 20 anos. Sabendo ele que os envolvidos em corrupção correram sérios riscos de irem parar em Curitiba.

No governo Bolsonaro não vai ter trégua no combate a corrupção, isso todos que tiveram seus nomes envolvidos ou os que ainda estão sendo investigados deve ficar apreensivos com Moro comandando a justiça.

Segundo o senador Jorge Viana, “Tudo dominado! Crime ou recompensa?”, questiona Jorge Viana em sua conta no Twitter ao comentar a decisão de Sérgio Moro, responsável pela condenação de Lula, em aceitar o convite para comandar o Ministério da Justiça.

Se tudo acontecer como se espera do governo Bolsonaro Curitiba poderá ter novos moradores a partir de 2019.


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.