Prefeitura realiza Oficina InterSetorial entre Assistência Social, Saúde e Educação

Publicado em 22 de novembro de 2018

A ação foi realizada através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e visa melhorias no atendimentos aos beneficiários do Cadastro Único e Bolsa Família.

Em busca de oferecer cada vez melhores serviços aos usuários do Cadastro único e Bolsa Família, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul realizou uma Oficina Intersetorial entre Secretaria Municipal de Assistência Social, Educação e Saúde, contando ainda com a participação da coordenação estadual do Cadastro Único Bolsa Família.  O encontro aconteceu no auditório do NAP.

Através de dados apresentados pela coordenação estadual, as secretarias estão avaliando o que pode ser melhorado no acompanhamento da saúde, frequência escolar e demais benefícios dos cadastrados.  “Aqui estamos discutindo ações e propostas para o próximo ano, com instituto de melhorar a qualidade de ofertas de serviços na educação, saúde e assistência para os beneficiários do bolsa família”, enfatizou a coordenadora do Cadastro Único Bolsa Família, Sandra Soriano.

O coordenador estadual do Cadastro único Bolsa Família, Ilde de Paulo, essa oficina é o primeiro encontro Intersetorial envolvendo os beneficiários do Bolsa Família.

“Viemos trazer os indicadores do programa a nível de saúde, educação assistência Social, e estão agora numa oficina para poder gerar insumos para o planejamento do ano que vem. Após terem uma noção dos seus indicadores de gestão, as propostas e problemas que estão enfrentando, a identificação dessas causas, isso servirá de subsidio para o planejamento dessa área para 2019”, ressaltou.

A Secretária Municipal de Desenvolvimento Social, Keiliane Cordeiro, enfatizou que esse tipo de ação é essencial, porque através dessas oficinas conseguem aumentar ainda mais a eficiência da gestão.

“Isso reflete automaticamente nas famílias, o nosso maior objetivo é garantir que o benefício chegue corretamente à todos que mais precisam.  Para termos esse objetivo alcançado, primeiro a gestão tem que estar eficiente, e é essa a nossa busca, para que essa eficiência reflita no atendimento à família beneficiaria, ou seja, todos que usam o cadastro único para diversos programas sociais, que não é somente o bolsa família”, destacou a secretária.


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.