Marina Silva derrotada na última eleição faz critica ao governo Bolsonaro e diz ser oposição

Publicado em 3 de novembro de 2018

Seria impossível que a ex-presidenciável Marina Silva do partido REDE por fora e petista por dentro viesse apoiar Bolsonaro, ela nunca aceitou uma derrota na vida, e essa foi a pior da ex-petista tendo menos de 1% dos votos.

Segundo a ex-presidenciável. “Estamos vivendo um momento totalmente atípico de saudosismo. É a época do autoritarismo e, infelizmente, isso foi propagado durante a campanha. A Constituição brasileira deve ser respeitada, seja por militares ou civis. O estado democrático de direito deve ser respeitado. A Constituição é o mapa do caminho que devemos seguir”.

A ex-petista o resultado das eleições é ruim para o país. “Numa democracia, as propostas são apresentadas, as candidaturas são postas e a sociedade faz a sua escolha. Eu sou uma democrata e respeito à decisão soberana do povo brasileiro. O povo elege representante, mas não dá a eles o direito de substituí-lo. O poder continua na mão do povo e por ele só deve ser exercido, isso é parte da nossa Constituição. Já estamos começando com muitos retrocessos. A população foi por um caminho que eu discordo. Sou oposição desde já”.

A ex-presidenciável sempre vai torcer que o governo Bolsonaro não der certo, ate porque, quando ela foi ministra do meio ambiente travou o país, o setor do agro negocio foi o que mas sofreu, bom seria para ela se continuasse o desastre dos governo petista e mdbista, que afundaram o país, esse modelo para ela talvez fosse o ideal será.

 


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.