Linker, filho de Orleir Cameli, poderá ser candidato a prefeito de Cruzeiro do Sul

Publicado em 19 de novembro de 2018

No Acre é assim mesmo, mal termina uma eleição e já começam as especulações da próxima, no caso, a disputa municipal de 2020. E em Cruzeiro do Sul, terra do governador eleito Gladson Cameli (PP), as conversas têm girado em torno de um nome forte para a prefeitura, Linker Cameli. Filho do falecido ex-governador Orleir com a dona Beatriz, o jovem empresário já teve seu nome ventilado a várias candidaturas anteriormente, mas nunca se interessou. No entanto, dessa vez, existe sim a possibilidade dele vir a disputar a prefeitura de Cruzeiro do Sul. Encontrei-me com ele no Aeroporto de Rio Branco e perguntei sobre os boatos em torno do seu nome. Linker me respondeu que está analisando a possibilidade. Tem conversado com os familiares e amigos. Ele demonstrou vontade de dar a sua contribuição ao município.

Sinal forte
Caso Linker realmente seja candidato em 2020 e vença as eleições se tornaria prefeito de Cruzeiro do Sul, praticamente, com a mesma idade que o seu pai. Linker é muito querido na cidade e poderá unir forças políticas regionais que andam em conflito no Juruá.

Quadro forte
Por enquanto, vejo três candidaturas evidentes para 2020 em Cruzeiro do Sul. O atual prefeito Ilderlei Cordeiro (PP) poderá concorrer à reeleição ou apoiar alguém do seu grupo político. Certamente o ex-prefeito Vagner Sales (MDB) também deverá incentivar um candidato ligado a ele. Correndo por fora, o deputado estadual reeleito Joza da Farmácia (Podemos) também tem sonhado em concorrer ao cargo.

Muda o jogo
Se Linker Cameli resolver entrar na disputa o jogo mudará completamente. Na minha opinião, se tornaria naturalmente o favorito. Mesmo que ainda não seja tão conhecido na zona rural quanto outros possíveis concorrentes, mas carrega a herança forte do Orleir, querido pela grande maioria das pessoas da região.

Jogou contra
Conversei esses dias com uma importante cabo eleitoral de Gladson em Tarauacá. Na opinião dela, a derrota do Progressistas no município se deve à “sofrida” gestão da prefeita Marilete Vitorino (PSD). Gladson que só foi derrotado ao Governo em cinco municípios dos 22, acabou “pagando o pato” pelo erros de Marilete, segundo a militante.

Colheita ruim
Um dos maiores apoiadores de Marilete na campanha de 2016 foi o deputado estadual reeleito Nicolau Jr. (PP). Ele só teve 300 votos em Tarauacá. Enquanto o médico Jenilson Leite (PC do B) “lavou a égua” nas urnas da Terra do Abacaxi.

Fica a lição
Apoiar candidatos às prefeituras sem condições de gestão pode ser um “tiro no pé” para qualquer político. Portanto, as eleições de 2020 servirão para duas coisas: primeiro avaliar o novo Governo que estará com um pouco  mais de um ano. Segundo definir chances de políticos que queiram voos mais altos no cenário nacional.

Isolamento
A principal crítica que tenho ouvido sobre a Marilete Vitorino é que a prefeita não ouve ninguém. E quando ouve são “palpites” de conselheiros desqualificados. É um pena, porque eu acreditava que a Marilete faria uma ótima gestão com a sua experiência. Claro, que isso ainda poderá mudar se a prefeita acordar a tempo. Às vezes, mudanças radicais renovam a gestão.

Jogo certo
O vereador Roberto Duarte (MDB) apresentou o projeto para a prefeitura de Rio Branco só usar o brasão de armas oficial do município no lugar das logos publicitários. A prefeita Socorro Neri (PSB) inteligentemente sancionou o projeto. Com isso vai economizar recursos públicos na sua gestão e também nas próximas.

Indo bem
Como ando muito de Uber e táxi sempre converso com os motoristas sobre o que pensam dos nossos políticos. E eles têm elogiado muito os serviços de “tapa-buraco” da prefeitura de Rio Branco. Dizem que estão recapeando os trechos esburacados ao invés de tamparem com asfalto frio como acontecia na gestão anterior. Dizem que o processo é mais lento, mas mais duradouro.

Parceria
A prefeita Socorro Neri fez uma parceria com o curso de engenharia da UFAC para estudar e qualificar o asfalto usado na Capital. Deixou de comprar os insumos de terceiros para usinar o pavimento com as máquinas da prefeitura. Com isso vêm economizando muitos recursos.

Idiotice
Outro dia conversando com uma jornalista que trabalhou no atual Governo do PT lembrávamos de um fato recorrente. Não se podia falar ou elogiar os ex-governadores Jorge Viana (PT) e Binho Marques (PT) que a equipe do Tião Viana (PT) não gostava. Eles diziam ser o “novo” e que tudo era diferente. Acho que, na realidade, desperdiçaram as experiências dos gestores anteriores por pura vaidade.

Triste realidade
Nem táxi e nem Uber aceita corrida, dependendo do horário, para a Cidade do Povo. Eles têm medo da violência de nichos criminais que atuam no conjunto. Obviamente que a grande maioria de moradores da Cidade do Povo são trabalhadores. Mas juntar milhares de pessoas com problemas sociais num único lugar nunca me pareceu uma coisa “saudável”.

De olho nos cargos
Recebi uma informação que o pessoal do MDB de Brasiléia tem feito reuniões para decidir quem vai assumir os cargos estaduais no município. Acho melhor “os caciques” conversarem direitinho com o governador eleito Gladson Cameli antes de criarem ilusões inúteis.

Autofiscalização
O prefeito de Cruzeiro do Sul Ilderlei Cordeiro me disse que vai contratar uma auditoria externa para verificar todas as contas da prefeitura. Segundo ele, com isso será possível otimizar os recursos municipais para realizar mais obras à população. Ilderlei acredita que 2019 será o “ano da virada” da sua gestão.

Fonte: Ac 24 Horas


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.