PT continua preocupado com a possível prisão de Dilma Rousseff

Publicado em 11 de outubro de 2018

O temor surgiu logo após o vazamento de parte da delação de Antônio Palocci. À poucos dias á Polícia Federal, o ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil do PT afirmou que Dilma atuou para atrapalhar as investigações da Lava Jato e que a campanha de Dilma Rousseff foi marcada pelo uso de doações eleitorais oficiais para esconder o pagamento de propina. Palloci detalhou à PF todo o processo para conseguir R$ 50 milhões para a campanha de Dilma Rousseff em 2014.

A nova delação bomba do ex-ministro do PT deverá ser homologada nos próximos dias. Por enquanto, o documento está nas mãos do desembargador Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª região.

Em 2019 grande parte do PT poderá ter surpresa de serem conduzido a visitar policia federal. Com a perda do mandato alguns deles poderão ser presos por motivo de não ter o foro privilegiado aguardem.


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.