Violência, desemprego, corrupção e muitas coisas aconteceram nesses últimos anos no Acre

Publicado em 28 de agosto de 2018

Não se sabe quem possa ser o novo governador do Acre a partir de janeiro de 2019, sabemos que quem, receber esse abacaxi chamado Acre, não será fácil, lhe dar com essa bomba que levou 20 anos para ser construída com prazo de termino em 2018, mas acredito que o sentimento de grande parte dos acreanos é que essa atual gestão, chefiada por Sebastião Viana, passe o mais rápido possível, assim como as friagens anunciadas por Friale.

Desse modo caminha o governo de Sebastião Viana no Acre, sem solução, sem rédeas e com o final destruidor de uma década. É triste presenciar um governo se acabando em notas de repúdio e pouca atitude, a não ser com seus adversários. É triste também olhar servidores públicos concursados se submetendo a caprichos do poder, como por exemplo, servir de cabos eleitorais e seguradores de bandeiras em ano de eleição.

Essa eleição no Acre não vai ser diferente do resto do Brasil, a maior compra de votos que já existiu vai acontecer em 2018, aqueles que já acham que está garantida a vitoria é porque já está com seu bloco na rua para dar garantia do próximo mandato, más é bom já tirando seu cavalinho da chuva se quiser vai ter que comprar o voto, esses candidatos de mandatos só aparecem de quatro em quatro anos para comprar votos. Tem candidato no Juruá que segundo comentam alguns cabos eleitorais, dizem que existem más de mil pessoas na rua em busca do voto do eleitor.


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.