Mais da metade dos brasileiros acham que direitos humanos beneficiam quem não merece, diz pesquisa

Publicado em 12 de agosto de 2018

FERNANDO FRAZÃO/ AGÊNCIA BRASIL
Image caption
Direitos humanos são aqueles aos que todas as pessoas, sem distinção, deveriam ter acesso: direito à vida, à segurança, à liberdade, à saúde, à moradia, alimentação, liberdade de expressão.

Na opinião de seis em cada dez brasileiros, “os direitos Humanos apenas beneficiam pessoas que não os merecem, como criminosos e terroristas”. O percentual de concordância com tal afirmação no Brasil é mais alto do que em outros países. Os dados são de uma pesquisa inédita do instituto Ipsos, obtidos com exclusividade pela BBC News Brasil.

A pesquisa “Human Rights in 2018 – Global Advisor” da Ipsos foi feita em 28 países, incluindo o Brasil, com 23,2 mil entrevistados, entre os dias 25 de maio e 8 de junho. A margem de erro para o Brasil é de 3,1 pontos percentuais.

Ainda de acordo com o levantamento, 74% dos entrevistados acreditam que algumas pessoas tiram vantagem injusta sobre direitos humanos.

O levantamento foi feito online, o que limita sua representatividade à parcela da população que tem acesso à internet. Segundo dados do IBGE, em 2016 havia no Brasil 116 milhões de pessoas conectadas à rede, o equivalente a 64,7% da população com idade acima de dez anos.

No entanto, uma pesquisa sobre o mesmo assunto feita presencialmente em abril deste ano teve resultado similar. Ela mostrou que dois em cada três brasileiros acham que os direitos humanos defendem mais os criminosos que suas vítimas.

 

 

Com informações Agencia Brasil


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.