A psicopatia de um político pode levar um município ao caos.

Publicado em 1 de junho de 2018

Pessoas com problemas de caráter geralmente assumem muito pouca a responsabilidade por seus atos. Elas acham que tudo que sai errado é por culpa de outras pessoas, e se imagina o centro das atenções.

O ex-prefeito acha que o mundo gira em sua volta, e se auto-proclama o responsável pela eleição do prefeito atual. Essa obsessão pelo o poder deixa os políticos doentes e se torna um psicopata político, será que ele acredita que a eleição foi ganha apenas pela influência de seus votos, é como se os demais políticos do grupo que ajudou a eleger o atual prefeito, a exemplo do senador Gladson Cameli, Senador Petecão, Dep. Federal Flaviano Melo, e os votos dos próprios eleitores de Ilderlei que deram 13.431 votos na eleição de deputado federal não valessem.

A psicopatia política do ex-prefeito é tamanha que ele foi às emissoras de rádio pedir desculpas a população por ter sido um dos apoiadores da campanha do atual prefeito, e disse que o prefeito mente e que ele é honesto. Hora, quem atesta que ele é um criminoso não é o atual prefeito, é a justiça que o condenou, está nos jornais! Na justiça todos são inocentes até que se prove o contrário, mas o ex-prefeito mesmo com sua banca de caros advogados não consegui provar sua inocência, os documentos do processo provaram mais que suas palavras vazias.

Isso é indícios de quem está doentinho se quer assume que é um condenado por “crime de improbidade administrativa” e nunca pediu desculpa a população pelos seus crimes. Vejam o que diz a lei que condenou o ex-prefeito:

Lei 8.429 de 2 julho de 1992.

Sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de Enriquecimento Ilícito no Exercício de Mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta.

O QUE POVO QUER SABER É:

De onde vem tanta riqueza se o único trabalho que teve foi ser político?

Ele veio de uma família rica e recebeu uma grande fortuna de herança ou ganhou na loteria sozinho?

Todos sabem que a resposta é NÃO, basta dar uma olhada na declaração de imposto de renda dele para saber que ele não tem origem de família rica ou de grandes empresários ou grandes heranças.

Por falar nisso, onde foram parar os 100 milhões dos impostos que não foram recolhidos no Governo do ex-prefeito segundo aponta a receita Federal. Alguém sabe responder?

Nada irrita mais o ex-prefeito de que o atual prefeito se revelar um administrador competente e “de mão limpas como fala alguns empresários de Cruzeiro do Sul”, assim alguém pode deixa de ser um sócio oculto da prefeitura.


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.