Asmac homenageia magistrados que acreditaram na Cepal e na Vepma

Publicado em 26 de maio de 2018

A diretora da Associação dos Magistrados do Acre (Asmac), Andrea Brito, homenageou na manhã desta ultima sexta-feira (25/05) os juízes Marcelo Coelho e Maha Manasfi e o desembargador Elcio Sabo Mendes. Eles receberem uma placa em que comemora os longos serviços prestados na busca pelo tratamento digno aos apenados por meio da oferta de penas alternativas objetivando a ressocialização e a redução da reincidência.

Segundo Andrea Brito, o trabalho iniciado por meio da Central de Penas Alternativas (Cepal), transformada em Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas (Vepma) e a Vara de Execução Penal (VEP) colaboram para a redução encarceramento.

“Dr. Marcelo Coelho fez um ótimo trabalho na época da Cepal, buscou apoio e até conseguiu uma escola para oferecer aulas as pessoas que cumpriam penas alternativas. O desembargador Elcio ajudou a mudar a realidade e lutou para transformar a Cepal em Vepma e a Dra. Maha é um exemplo a ser seguido, pelo trabalho que realizou”, afirmou a representante da Asmac.

Marcelo Coelho agradeceu a homenagem e lembrou das conquistas a frente da Central de Penas Alternativas. Ele também deu exemplos de países de primeiro mundo que acreditam na Justiça restaurativa.

“Lembro quando buscamos a diretora da escola e ela ficou feliz, pois disse ter verificado que a Justiça é aquela que dá a mão, não é apenas a Justiça que pune”, afirmou o juiz.

Maha Manasfi lembrou do longo período a frente da Vepma e agradeceu todo apoio dado pelos servidores e voluntários que contribuíram para o atendimento das medidas alternativas.

“Agradeço a homenagem e aproveito para agradecer todo o apoio dado pelos servidores que se doaram e que contribuíram. Tivemos voluntários que na época eram estagiários e que até hoje atuam como voluntários, e tenho a felicidade de poder assistir resultados positivos de recuperação, de pessoas que pediram ajuda, que se recuperaram e hoje ajudam os outros”, disse Maha.

Elcio Mendes, que foi um defensor das medidas alternativas, disse que as pessoas não acreditavam no projeto, mas que o trabalho demonstrou ser muito importante para a sociedade.

“Lembro quando debatíamos o projeto da instalação de uma vara de penas alternativas e que houve pessoas que não acreditaram. Hoje, os trabalhos mostram resultados positivos e isso me deixa muito feliz. Temos novos projetos e que no futuro se mostrarão também necessários”, defendeu o desembargador.

As homenagens da Asmac foram realizadas durante o lançamento do portal da Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas (Vepma) e da Vara de Execução Penal (VEP), na manhã desta sexta-feira (25/05), na Escola Judiciária (Esjud). No evento, as juízas Andrea Brito e Luana Campos apresentaram a iniciativa que contará com serviços para os cidadãos e ainda a prestação de contas das atividades desenvolvidas.

A apresentação teve a presença de diversas autoridades, incluindo o governador em exercício, o desembargador Francisco Djalma, e a presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a desembargadora Regina Ferrari.

Freud Antunes
Jornalista
Telefones: (68) 9  92386998 e 9 99581947

Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.