Direitos Humanos do Senado quer conhecer as condições da prisão de Lula

Publicado em 15 de Abril de 2018

Direitos Humanos do Senado quer conhecer as condições da prisão de Lula, mas nunca mostrou interesse em conhecer a situação dos presídios brasileiros

Dois pesos, duas medidas

A Comissão de Direitos Humanos do Senado quer visitar o ex-presidente Lula para verificar as condições de sua prisão na Polícia Federal de Curitiba. O estranho é que os mesmos senadores que integram a comissão nunca demonstraram interesse em conhecer as reais condições das cadeias de Manaus, Porto Velho, Belém, Goiás e do Ceará.

Sindicalismo

Os sindicatos querem criar contribuição obrigatória na marra com a ajuda de liminares na Justiça. Vergonha! Já estão falando na criação de taxas e contribuições obrigatórias aos sindicatos e centrais sindicais.

* È bom lembrar que a contribuição sindical tem que ser espontânea e longe da tutela do Estado.

Mais comedido

Defensor intransigente do ex-presidente Lula, do Partido dos Trabalhadores e dos petistas envolvidos na Lava-Jato, o deputado Sibá Machado nem se parece de longe com aquele que, na condição de líder do partido, esbraveja na tribuna contra tudo e contra todos que se aventurassem a criticar o ex-presidente e seus seguidores.

* Depois de exercer o cargo de secretário de Desenvolvimento da Indústria , do Comércio e dos Serviços Sustentáveis do Acre, Sibá voltou à Câmara mais comedido e pouco tem falado na tribuna.

A vida é bela!

De acordo com o jornal O Globo, todas as quartas feiras à noite, com uma taça de champanhe em uma mão e charuto na outra, Milton de Oliveira Lyra Filho, 45 anos, se sentava na varanda do hotel Emiliano, um dos mais luxuosos de São Paulo.Quem queria se encontrar com o lobista, apontado como operador de caciques do MDB, em especial o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), passava por ali para tomar um drinque com ele.

* De tão habitué que era no hotel, Lyra alugou um apartamento no prédio vizinho, onde ficava três dias da semana — e até mesmo era servido em casa pelos garçons do Emiliano. Agora, porém, ele não baterá mais ponto por lá. O lobista foi preso preventivamente pela Operação Rizoma.

Sucessão de Lula

Nem no próprio PT há uma unaminidade em torno de nome que pode liderar a corrida eleitoral sem o ex-presidente. O bate-cabeça petista pode comprometer a formação de uma coalizão de esquerda.

* Os presidenciáveis Marina e Ciro procuram distância do PT e não dão quaisquer sinais de aproximação aos petistas.

Multa para manifestantes

Os grupos pró e contra Lula que ocupam as redondezas da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, pagarão multa diária de R$ 500 mil, caso não desocupem o lugar, onde se encontra preso o ex-presidente Lula.

È o que determina a Justiça do Paraná. A decisão atende a um pedido da Prefeitura da cidade, uma vez que os manifestantes prejudicam a prestação dos serviços públicos aos moradores pelo bloqueio às ruas.

Sonho de Gleisi        

Muita gente estranha o comportamento da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, quando se fala em candidato alternativo. Há quem jure que ela deseja ser candidata, caso Lula não possa concorrer.

* Ocorre que ela tem problemas semelhantes aos do ex-presidente, ou seja, tem o que explicar à Justiça.

Frase

“Eu quero voltar a ser modelo no trânsito” – Brasília pedindo um presente de aniversário.


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.