Dia da mentira: 31 de março – Reabertura da Maternidade Pública da Ilha RJ, JÁ!

Publicado em 29 de Março de 2018

A Maternidade Pública da Ilha do Governador, funcionou por quase 50 anos no antigo Hospital Municipal Paulino Werneck e era uma referência de bom atendimento, nela nasceram milhares de insulanos: no entanto, foi covardemente extinta há 5 anos pelo ex.prefeito Eduardo Paes (PMDB) com apoio de tod@s os vereadores eleitos no bairro.

Já o atual prefeito Marcelo Crivella (PRB), durante a campanha eleitoral prometeu a volta da Maternidade no bairro. No entanto, ao invés de “cuidar das pessoas”, este ano cortou do orçamento da Saúde R$ 400 milhões: o prefeito também reduziu em 46% o orçamento das maternidades para 2018: ou seja, de R$ 217 milhões destinados às maternidades do município, Crivella cortou R$ 100 milhões.

Estima-se que ocorrem mais de 2 (dois) mil partos por ano na Ilha do Governador que tem população estimada de uma cidade média do país. Esta alta densidade populacional, por si só já justificaria o pleno funcionamento de uma Maternidade Pública no bairro.

Em 29 de maio de 2017, a Comissão de Defesa da Mulher da Câmara de Vereadores, presidida pela Vereadora Marielle Franco (PSOL) – brutalmente assassinada  no dia 14 de março de 2018 juntamente com seu motorista  Anderson Gomes-, promoveu uma audiência pública sobre a Mortalidade Materna na cidade cujos dados públicos disponíveis à época mais atualizados eram de 2015, quando se registraram 61 casos de morte no Rio.

No 1o. Ato público pela reabertura da Maternidade da Ilha, em 1o. de Abril de 2017, o mandato da Vereadora  Marielle Franco esteve presente juntamente com outros parlamentares.

Por isso, o Fórum Insulano que é um coletivo de cidadãos fundado durante as Jornadas de Junho de 2013, está propondo à Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro que em homenagem à sua luta em defesa dos direitos humanos e à causa dos direitos das mulheres dê ao futuro equipamento público o nome de: MATERNIDADE PÚBLICA DA ILHA DO GOVERNADOR – MARIELLE FRANCO E ANDERSON GOMES.

Grato,

 

Sérgio Ricardo

Tel. (21) 99734-8088 (whatsapp)


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.