Metalúrgicos protestam contra o governo Dilma

Publicado em 7 de Março de 2015

A classe quer derrubar as medidas do governo federal que dificultam o acesso ao abono salarial, pensão por morte, auxílio doença e seguro desemprego.

DILMA METALURGICO

Metalúrgicos do interior de São Paulo, representados por sindicatos filiados à CSP-Conlutas (ligada ao PSTU) fizeram protestos na sexta-feira (6) em fábricas do interior paulista contra medidas do governo federal que torna mais difícil o acesso ao abono salarial, seguro desemprego, pensão por morte e auxílio doença.

Os protestos fazem parte do “Dia de Lutas e Paralisações” e estavam previstos para acontecer em algumas regiões do país.

De acordo com presidente do Sindicato em São José, Antônio Ferreira de Barros: “De nada adianta remendar as medidas provisórias 664 e 665, como as centrais sindicais estão propondo. É preciso derrubar as medidas na íntegra, já que elas trazem apenas prejuízo aos direitos dos trabalhadores”.


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.