Setor de transporte acumula prejuízos com alta no preços dos combustíveis no Juruá

Publicado em 12 de fevereiro de 2015

gazolina czs

O novo aumento no início do mês, nos preços dos combustíveis em todo país, tem dificultado a vida de muitos motoristas principalmente daqueles que trabalham com transporte coletivo. A população de Cruzeiro do Sul chegou a protestar no ano passado com os seguidos aumentos nas bombas, donos de postos afirmam que apenas repassaram os impostos cobrados pelo Governo Federal.

A alta no diesel e na gasolina tem dificultado a vida principalmente de quem trabalham com transporte de pessoas.

“O faturamento vem caindo nos últimos dias. Sem aumento de salário a população não tem de onde tirar dinheiro para pagar mais caro pelos serviços prestados”, ressaltou o representante dos taxistas.

Seu Iraldo da Silva trabalha como freteiro no porto de Cruzeiro do Sul, ele questiona a política do poder público que dificulta ainda mais a vida de quem ganha menos.

Catraieiros também estão ficando no prejuízo, aparentemente os pequenos motores dos barcos utilizados pelos catraieiros no Rio Juruá consomem menos, porém ficou difícil trabalhar como afirmou o catraieiro Raimundo Nonato, a nossa reportagem.

“O poder público que dificulta ainda mais a vida de quem ganha menos”, disse.

O proprietário da maior rede de postos de combustíveis em Cruzeiro do Sul, o empresário Raimundo Oliveira, garante que apenas repassaram o que foi estipulado pelo governo federal, que pretende com o aumento arrecadar mais de 22 bilhões de reais por ano com reajuste.

Fonte: A Tribuna


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.