Refugiados: Abandonado por PT, Aníbal busca “asilo político” em Brasília

Publicado em 3 de fevereiro de 2015

Anibal

O ex-senador Aníbal Diniz (PT) está em busca de asilo e abrigo político em Brasília após exercer por quatro anos o mandato herdado. Ele assumiu a cadeira deixada por Tião Viana em 2010, então eleito governador do Acre. Apontado pela revista “Veja” duas vezes entres os melhores senadores do país, Aníbal se viu apunhalado pelo PT no processo de escolha do candidato ao Senado em 2014.

Para manter a aliança com o PCdoB, Tião Viana tirou seu partido da disputa, entregando a vez para a agora também ex-deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB). Sentindo-se traído pelos companheiros de partido que ajudou a fundar no Acre, ainda na década de 1980, Aníbal não tem pretensões de voltar para o Acre.

Sua atuação no Senado em defesa do governo Dilma Rousseff, mais seu prestígio na atuação parlamentar, são suas armas para encontrar abrigo na Esplanada dos Ministérios. Até o ano passado ele era cotado para ser o número dois do Ministério das Comunicações, mas até o momento nada está definido.

Seu fiel companheiro Jorge Viana também está na luta para encontrar um lugar ao Sol para Aníbal. Segundo alguns petistas, o ex-senador deixa o Acre levando mágoas do governador Tião Viana e seus aliados que o abandonaram. Sua cadeira no Senado foi ocupada no último domingo por Gladson Cameli (PP).

Por: Fábio Pontes


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.