Acre sofre dois aumentos de combustível em menos de quinze dias e assusta condutores no preço da gasolina

Publicado em 19 de Fevereiro de 2015
Foto: Arquivo facção politica.

Foto: Arquivo facção politica.

Acre é o estado da federação que tem o combustível mais caro, em menos de quinze dias sofre dois, aumento nas bombas que deixa consumidores apavorados, em Rio Branco capital o litro chega a R$ 3,77 em Cruzeiro do Sul a segunda maior cidade do estado, já ultrapassa de R$ 4,00, segundo o motivo do reajuste é o aumento do Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que entrou em vigor desde segunda-feira (16). Os brasileiros, principalmente os acreanos que pagam o litro de gasolina mais caro do país, foram pegos de surpresa com dois reajustes em menos de quinze dias.

O Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis do Estado do Acre (Sindepac), ainda não divulgou os novos valores, mas em alguns postos em Rio Branco o litro de gasolina já pode ser encontrado por R$ 3,77. No interior, o produto pode ser comprado por R$ 4, porém, esses valores podem ainda ser alterados, pois, de acordo com o Sindepac, os preços ainda estão sendo implantados, a previsão é que todos os postos repassem aos clientes, até este final de semana, os novos valores.

“É um absurdo você abastecer o carro, em Rio Branco. Fiquei esses dias do feriadão descansando e quando volto ao trabalho me deparo com a gasolina de R$ 3,77. É inadmissível nos trabalhadores ter que suportar tudo isso sem poder fazer nada e sem ter a quem recorrer, onde iremos parar desse jeito? Agora ter que pagar os roubos do governo na Petrobras, sendo toda população massacrada por esses ladrões e ainda ter que nos trabalhador ter que pagar roubo de políticos que nos mesmos elegemos”, comentou Antônio Araújo.

Entre os estados que estão adotando os novos valores está Acre, Amapá, Bahia, DF, Espírito Santos, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais Paraíba, Piauí, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, São Paulo, Sergipe.


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.