Seis cidades do AC estão em novo edital do programa Mais Médicos

Publicado em 19 de janeiro de 2015
Seis municípios do Acre poderão receber novos médicos pelo programa (Foto: Divulgação/Secretaria Municipal de Saúde)

Seis municípios do Acre poderão receber novos médicos pelo programa (Foto: Divulgação/Secretaria Municipal de Saúde)

Seis municípios acreanos foram contemplados no novo edital do programa Mais Médicos, lançado na última quinta-feira (15). O novo edital abre espaço para 424 cidades brasileiras que ainda não haviam aderido ao programa e permite que o atendimento seja expandido em outras 1.076 que já faziam parte, caso das cidades acreanas.

A lista dos municípios inclui além da capital, Rio Branco, cidades como Acrelândia, Cruzeiro do Sul, Feijó, Porto Walter e Tarauacá.

Para o prefeito tarauacaense, Rodrigo Damasceno, a seleção é motivo é comemoração. Tarauacá já possui sete médicos do programa, no novo edital ele pede mais dois, mas diz que possui uma demanda para pelo mais quatro profissionais.

“Vejo com bons olhos a ampliação e a efetivação do programa Mais Médicos aqui em Tarauacá, para que possamos estender nosso atendimento e consigamos atender ainda mais comunidades”, enfatiza.

Médico de carreira, ele diz que a vantagem do Mais Médicos é a exclusividade no atendimento garantida pelo programa.

“Com o programa temos profissionais exclusivos para o atendimento de saúde da família. Enquanto os demais tiram plantões em outros hospitais ou possuem outros tipos de carga horária acabando por falhar um pouco na hora de estar presente nos postos de saúde”, afirma.

Mais Médicos
Até maio de 2014, o Acre já havia recebido mais de 160 profissionais pelo programa Mais Médicos desde 2013, de acordo com dados da Secretaria de Saúde.

Criado pelo Ministério da Saúde, o programa atualmente mantém em todo o país 14.462 médicos em 3.785 municípios e 34 distritos indígenas. Entre os profissionais, 1.846 são brasileiros formados no país, 1.187 são estrangeiros e brasileiros formados no exterior e 11.429 são médicos cubanos.

Segundo as regras do novo edital, os municípios que podem ser contemplados terão entre os dias 16 e 29 de janeiro para confirmar a participação na nova fase do programa. No mesmo período, serão realizadas as inscrições dos médicos brasileiros interessados em aderir ao programa.

Já os médicos formados no exterior, brasileiros ou não, poderão fazer as inscrições entre os dias 10 e 20 de abril. Caso o total de vagas oferecidas seja maior do que o número de inscritos, o governo, então, fará a convocação de médicos cubanos, assim como nas primeiras fases do programa.

*G1 AC


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.