Polícia caça terroristas que mataram 12 em Paris

Publicado em 7 de Janeiro de 2015

atentado de paris

Atiradores invadem redação da publicação “Charlie Hebdo”, famosa pelas sátiras de líderes muçulmanos, e abrem fogo. Polícia da capital francesa mobiliza três mil homens para tentar achá-los.

Resumo: Três homens encapuzados, armados com fuzis kalashnikov, invadiram a sede do semanário Chalie Hebdo, no coração de Paris, e abriram fogo. Doze pessoas morreram, entre elas o diretor da publicação e dois policiais. Outras três ficaram gravemente feridas.

No ataque, os atiradores gritaram “vingamos o profeta” e “Allahu Akbar” (Deus é grande). O semanário tem um histórico de provocações ao islã, como quando publicou charges de Maomé.

Os terroristas conseguiram fugir e estão sendo caçados por mais de 3 mil homens da polícia parisiense. O atentado gerou uma onda de condenações da comunidade internacional, inclusive de lideranças muçulmanas, que destacaram a necessidade de separar o islã do uso da violência.


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.