LÍDERES MUNDIAIS SE UNEM CONTRA O TERROR EM PARIS, EXCETO DILMA

Publicado em 10 de Janeiro de 2015

ATÉ O PALESTINO ABBAS E O ISRAELENSE NETANYAHU VÃO À MARCHA EM PARIS

Abbas e Natanyahu estão entre os muitos chefes de Estado e Governo presentes no protesto (Fotos: Le Parisien)

Abbas e Natanyahu estão entre os muitos chefes de Estado e Governo presentes no protesto (Fotos: Le Parisien)

O primeiro-ministro de Israel, Bejamin Netanyahu, e seu arqui-rival Muhamed Abbas, premier da Palestina, estão entre os muitos chefes de Estado e de Governo que confirmaram presença na manfestação gigante deste domingo, em Paris, em repúdio ao terrorismo islâmico, que chocou o mundo, quarta-feira (7), ao invadir a redação do jornal satírico Charlie Hebdo para assassinar doze pessoas.

Caravanas de vários países da europa e de praticamente todas as cidades francesas marcham para Paris, assim como já confirmaram presença o presidente do Niger, Mahamadou Issoufou, e de Mali, Ibrahim Boubacar Keïta, cujos países sogfrem com ataques de terroristas islâmicos. Seguem para Paris o primeiro-ministro da Tunísia, Mehdi Jomaa, o rei da Jordânia Abdalla II e a rainha Rania.

O país que não vai participar da manifestação é o Brasil, a presidenta Dilma não se manifestou apoio a esse encontro de vários países, ate por que o PT é contra a qual quer imprensa no mundo por isso não se interessou em participar.

A enorme lista de autoridades incluis a chanceler Angela Merkel, o premier britânico David Cameron e o presidente do governo espanhol Mariano Rajoy, além dos colegas da Itália (Matteo Renzi), Dinamarca (Helle Thorning-Schmidt), da Bélgica (Charles Michel), da Holanda (Mark Ruttle), Turquia (Ahmet Davutoglu).

Segundo o jornal Le Figaro, políticos vranceses das mais diversas tendência ideológicas também participarão do ato, como o ex-presidente Nicolas Sarkozy e os ex-primeiro-ministros Edouard Balladur, Alain Juppé, Lionel Jospin, Jean-Pierre Raffarin,Dominique de Villepin, François Fillon et Jean-Marc Ayrault.


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.