IMPEACHMENT NEM RENÚNCIA RESOLVE NADA NO BRASIL ATUAL

Publicado em 12 de Janeiro de 2015

DILMA-TEMER-LULA

Pois fica a cúpula do mesmo jeito com o comunista Michel Temer, e Dilma e Lula continuarão no poder. Todos já sabem que Dilma, para acalmar a população, quer e deseja o próprio IMPEACHMENT OU RENÚNCIA, visto que Dilma não interessa mais governar o Brasil, pois ela assumirá uma posição mais elevada e mais importante na CÚPULA DA UNASUL (MERCOSUL) vice- presidente da América do Sul, Presidente da América do Sul será o Lula, enquanto viver, para escravizar toda a América Latina com o COMUNISMO DE DITADURA, A MESMA DA CORÉIA DO NORTE, ONDE MATAM OS CRISTÃOS E ESCRAVIZAM O POVO.

Precisamos tirar toda a cúpula, e para isso precisamos da INTERVENÇÃO CONSTITUCIONAL MILITAR NO BRASIL. QUEBRADEIRA PARA 2015, INEVITÁVEL. Vejam porque sei. Vi vivi, e convivi com o período que mostro pra vocês:

31 de março de 1964 foi o dia em que se iniciou, no Brasil, o período da MORALIDADE MILITAR NO GOVERNO, período de ordem e progresso no país, período em que os brasileiros tiveram paz e tranquilidade e liberdade, livres para o trabalho e iniciativa privada individual ou em grupos, pessoa física ou jurídica, sem interferência do governo, a não ser para dar apoio a quem quisesse trabalhar e produzir, liberdade econômica e financeira, período em que os brasileiros conseguiam bens através do próprio trabalho, e o período que cada brasileiro podia comprar e adquirir bens e propriedades, pois o GOVERNO GARANTIA O DIREITO À PROPRIEDADE PRIVADA, esta que você adquiria com sua dedicação, seus esforços, sua capacidade e seu trabalho.

Infelizmente, a MORALIDADE MILITAR NO GOVERNO DO BRASIL encerrou-se, em parte, em 1979, e totalmente em 1985. Daí pra frente iniciou-se a verdadeira baderna e roubalheira no governo, pois muitos governantes não primaram mais pela probidade administrativa, mas cuidaram de encher os próprios bolsos, deles e dos parentes, deixando o povo à deriva dos ventos socialistas/comunistas.

Com as ideias e leis socialistas, que só interessava e só interessa a quem governa o povo brasileiro, a partir de 1985 e mais precisamente a partir de 1990 quando foi criado o FORO SÃO PAULO, ficava cada vez mais dependente do governo, cuja dependência agravou-se com as ameaças do FIM DA PROPRIEDADE PRIVADA no ano de 2002.

A situação do povo, como pedinte involuntário, agravou-se a partir do ano 2002, quando o governo enrobusteceu mais o leque de BOLSAS GRÁTIS, cujas bolsas eram, dentre outras vária, comida de graça, cinema de graça, passagens de graça para muitas pessoas, tudo sem saber quem IRIA PAGAR A CONTA DEPOIS.
Os impostos foram aumentando gigantescamente no Brasil, tarifas públicas, petróleo e outras mercadorias, mas o governo deixaria de fora os itens que mais subiam fora do cômputo da inflação, assim a inflação oficial era de 6% mas na realidade era de mais de 15% anual.

O enriquecimento gigantesco dos governantes via-se de longe.
O empobrecimento do povo foi inevitável.

A corrupção no governo ficou institucionalizada. O Congresso Nacional virou um câncer, cuja atribuição de cada deputado passou a ser de caráter informal para apoiar o Executivo, embora formalizando depois para dar força de legalidade através das votações e aprovação de todos projetos e atitudes do executivo onde a improbidade era gritante.

A roubalheira no Congresso Nacional se fez concreta e pública através do chamado MENSALÃO, em que cada parlamentar que se vendia recebia um monte de dinheiro todo mês para aprovar tudo que era interesse do executivo.
No Judiciário tivemos, apesar de tudo, importantes e grandes ministros, cuja honradez e retidão foi o orgulho dos brasileiros honestos pode citar, dentre outros, o histórico e respeitável JOAQUIM BARBOSA, que foi, por um bom período, o Presidente do STF. Mas. Infelizmente, depois da aposentadoria de Joaquim Barbosa, tivemos a grande vergonha de ver, e o mundo todo ver, Ministros aparelhados com o executivo quebrando a INDEPENDÊNCIA característica do sistema democrático presidencialista republicano.

No Executivo tivemos a quebradeira da maior empresa nacional, a QUEBRADEIRA DA PETROBRÁS. A Petrobrás que era o orgulho dos brasileiros passou a ser a “PETROBRÁS, A VERGONHA DOS BRASILEIROS”. De orgulho dos brasileiros, a Petrobrás passou a ser a vergonha.

O Brasil quebrado, dívida pública/interna INIMAGINÁVEL, povo quebrado, fome instalada, o povo cada vez mais dependente e pedinte do governo, o socialismo instalado, e O POVO NAS MÃOS DOS GOVERNANTES, escravos do governo hipnotizados e anestesiados.

Perspectivas sombrias já visitam todos os dias os lares dos brasileiros, em 2014.
Toda essa catástrofe nacional brasileira fez nascer o inteligente plano de grande número de brasileiros patriotas, sérios e ordeiros, cujo plano é o de PEDIR DE VOLTA A MORALIDADE MILITAR NO GOVERNO.

O povo começa lembrar que:

1) NENHUM PRESIDENTE MILITAR BRASILEIRO ACUMULOU RIQUEZA ALÉM DA PROVENIENTE DO PRÓPRIO SOLDO.

2) NENHUM PRESIDENTE MILITAR BRASILEIRO TEVE CONTA BANCÁRIA NO EXTERIOR.

3) TODOS OS PRESIDENTES MILITARES BRASILEIROS MORRERAM RELATIVAMENTE POBRES PORQUE FORAM HONESTOS.

Desde de dezembro de 2014 já se PEDE, todos os dias, nas ruas, nas praças, nas redes sociais, artistas e intelectuais, autoridades e populares, A VOLTA DA MORALIDADE MILITAR, pedido esse dirigido sempre às Forças Armadas Brasileiras.

O meu abraço e as Bênçãos de Deus.

Escrito por: Paulino de Oliveira


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.