Eleições 2018: Jorge e Tião se enfrentarão na corrida ao Senado

Publicado em 3 de janeiro de 2015

Em 2018, Gladson e Marcus Alexandre seriam as apostas para governador

Os apressados do Acre

Por impedimento legal, o senador Jorge Viana não poderá disputar o governo do Acre em 2018. Isso põe o atual vice-presidente do Senado numa inevitável guerra por votos contra o irmão governador, Tião Viana, que deve renunciar ao cargo para disputar uma das duas vagas de senador.

O clima entre os irmãos não tem sido amistoso há vários anos. Em nome da governabilidade, Tião e Jorge imprimem uma imagem de falsa harmonia.

Com a vaga de senador assegurada, o Deputado Federal Gladson Cameli, apontado como virtual candidato ao governo do Acre, deve liderar o grupo de oposição que tentará tomar o poder do PT no estado após 20 anos de hegemonia.

Gladson, aliás, poderá disputar o Governo do Acre sem a necessidade de deixar o Senado.

O candidato derrotado ao governo, deputado federal Márcio Bittar, que ficará sem mandato por quatro anos, é uma peça a ser encaixada na aliança que a oposição irá costurar para ganhar o governo e conquistar a segunda das três vagas de senador no Acre, mas isso sem duvidas poderá ser mais uma derrota do Tucano caso seja candidato ao senado em 2018, ele enfrentará os irmãos Vianas mesmo desgastados ainda é forte para disputar com Marcio Bittar.

O senador Sérgio Petecão lutará durante os próximos quatro anos para tentar se recompor de um fiasco como legislador, caso queira manter-se no cargo de Senador. “Meu sonho é disputar o senado com Jorge e Tião Viana”, espetou Petecão, parecendo antecipar o embate que enfrentará em 2018.

A cúpula petista já lançou, de forma extra-oficial, o prefeito Marcus Alexandre como eventual candidato ao governo em 2018. Pela primeira vez na história, o Acre terá dois irmãos pedindo votos para o mesmo cargo e duas jovens promessas disputando a cadeira de chefe do Executivo.

Com todos esses nomes antecipado para 2018, muita água ainda vai rolar por baixo da ponte, e pode surgir novidades na politica do Acre para 2018, esse é o motivo do atraso do Acre, bem não terminou uma eleição já se antecipa e já entram em campanha para 2018.

Fonte: Folha do Acre


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.