Acre: Cruzeiro do Sul esta vivendo um caos de abandono pelo os gestores Públicos

Publicado em 14 de janeiro de 2015

Da Redação

O descaso de Cruzeiro do Sul.

O descaso de Cruzeiro do Sul.

Cruzeiro do Sul uma cidade linda e boa de morar, vem sofrendo sensação de abandono pela administração atual município e estado, a pouco menos de um ano a cidade era tratado com mais cuidado pelo o gestor atual ate então as eleições de 2014. Hoje o que se ver é como se a cidade esteja sem comando administrativo.
Bairros em verdadeiro abandono como é o exemplo do Bairro COHAB, a iluminação publica um emaranhados de postes e fios como se fosse uma favela, o prefeito pelo menos deveria exigir que o secretario responsável tomasse as devidas providencias junto a Eletrobras para resolver essa pouca vergonha.

Segundo um morador identificado como Antônio, há quase duzentas moradias que os postes da rede elétrica ainda é de madeira, em pleno 2015 em Cruzeiro do Sul ainda ter que conviver com esse perigo, os poste ficam a quase 200 metros daqui onde esta o emaranhado de fios por que lá é que ficam os medidores, concluiu o Antônio.

Outro descaso é as ruas esburacadas e sendo tapados os buracos com entulhos de construção e o piche, a cidade esta intransitável pagamos impostos, mas não sabemos para onde vai esse dinheiro, temos problemas com esgoto a céu aberto, estamos vivendo uma epidemia de Dengue e a leptospirose e ainda não se ver uma ação por parte do prefeito, segundo a prefeitura alega que referente os buracos, é época de chuvas temos que aguardar o verão, mas isso não é verdade, por que teve o verão do ano passado e nada foi feito, na campanha o prefeito falava aos veículos de comunicação pagos para falar o que ele manda, e dizia que tinha milhões na conta da prefeitura, onde esta o problema porque falta de dinheiro não é.

Vários Bairros ainda não teve a visita do gestor e nem mesmo de um secretario, exemplo dos excluídos da Rua do Muru.

Veja as fotos a seguir:


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.