Suplente de vereador de Cruzeiro do Sul diz que politica industrial do Acre é uma farsa

Publicado em 10 de Janeiro de 2014

Marlus Ferreira

marlus_ferreira2013@outloo.com

chaguinha suplente de vereador

O suplente de vereador de Cruzeiro do Sul, Francisco das Chagas, o popular Chaguinha do Povo (PSDB), disse que a política industrial do Acre, prometida por Sebastião Viana (PT), e não passa de uma farsa. Segundo ele, isso se nota na dificuldade dos jovens que completam o nível médio e superior, e que não tem oportunidades de trabalho.

Somente neste final de ano,  mais de mil alunos se formaram e não tem nenhuma perspectiva de trabalho para o futuro. Levando a maioria desses jovens para outros caminhos incertos. O que se tem visto no Acre é um grande marketing político em relação a essa questão.

Como por exemplo a pele do boi que é uma grande matéria prima, e saí bruta de nosso estado para ser aproveitada em outros estados do país, quando deviria ser beneficiada aqui para gerar emprego e renda a população de nosso estado.

Também podemos citar a falta de incentivo na plantação de canaviais para produzirmos açúcar e álcool no estado. Esses são apenas dois exemplos, mas existem muitas outras áreas que poderiam ser realmente industrializadas. Chaguinha afirma que não é interesse do governo do Acre de implantar indústrias no estado , já que se isso acontecer o governo deixará de manter muitas pessoas presas as cooperativas terceirizadas , para poderem manipula-las politicamente, e deixará também de arrecadar milhões com impostos.

Segundo o suplente, o que o governo chama de indústrias, que inaugurou em Cruzeiro do Sul e região, que custou aos cofres falido do estado mais de hum milhão e setecentos mil reais, tais como a fabrica de Bajolas isso para esse governo é que ele chama de industrialização, também como os derivados de bananas e biscoitos de goma, é uma vergonha e uma forma de tampar o sol com a peneira como é de praxe desse governo do PT e FPA do Acre. Finalizou o Chaguinha.


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.