Polícia prende 26 integrantes do MST em Minas Gerais

Publicado em 2 de janeiro de 2014

MST-1

BELO HORIZONTE – Polícia Militar de Monte Alegre de Minas, no Triângulo Mineiro, prendeu nesta quarta-feira, (01), 26 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) que ocupavam a Fazenda Palermo, localizada a 15 km do centro da cidade. Segundo a PM, havia uma liminar da Justiça solicitando a reintegração de posse do imóvel. A fazenda já tinha sido invadida em 2011.

Um decreto de desapropriação da área foi assinado pela presidente Dilma Rousseff e publicado no Diário Oficial da União, no dia 26 de dezembro.

Segundo a PM de Monte Alegre de Minas, a liminar informava que o processo de desapropriação das terras ainda não havia sido concluído pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Falta ainda que a entidade compareça ao local para atestar a propriedade como de interesse para a reforma agrária. “Nós já tínhamos conhecimento que um grupo do MST chegaria à cidade para tomar posse da Fazenda Palermo. Uma viatura já aguardava na propriedade quando eles chegaram”, disse o policial militar Marcel Lima.

Segundo o Incra, a próxima etapa no processo de desapropriação é o depósito em juízo do valor avaliado. Caso o proprietário discorde da proposta, ele pode contestar na Justiça.

Adevanir de Lima, dono da fazenda, afirmou que não há nenhuma negociação com o Incra. Representantes do MST em Minas não foram localizados.

Por Altino Filho, estadao.com.br


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.