Médico e ex-vereador Nuno Miranda é encontrado morto ao cair do 12º andar de prédio

Publicado em 23 de Janeiro de 2014

Da Redação folhadojurua.com.br

Ele e a família se preparavam para almoçar minutos antes do ocorrido

residencial_monet

O médico ginecologista e ex-vereador de Rio Branco Nuno Miranda Álvaro Filho, de 45 anos, caiu na tarde dessa quinta-feira, 23, do 12º andar do prédio onde morava, no Residencial Monet, localizado no Conjunto Morada do Sol, próximo ao Corpo de Bombeiros. Ele e a família se preparavam para almoçar, quando Nuno, segundo a Polícia Militar, ‘pulou’. Há indícios, segundo a PM, de que ele se encontrava em estado de depressão e que sua mãe estava com sérios problemas de saúde.

Lençóis foram colocados no portão do prédio para tentar inibir a aparição do corpo da vítima, encontrado por moradores do edifício caído em cima da escada que dá entrada aos apartamentos. A movimentação de amigos, familiares e curiosos na entrada do prédio era grande. Colegas de profissão e da política aos poucos foram chegando ao local assim que souberam da triste notícia. Muito abalada, a família de Nuno Miranda não quis conversar com a imprensa.

Nuno morava no 1º andar e subiu até o 12º, apartamento que estava aberto e em reforma. A polícia não descarta a possibilidade de ele ter se jogado propositalmente. Coronel Aureliano Pascoal, amigo de longa data do ex-vereador, disse desconhecer o fato de Nuno estar passando por momento de dificuldade. “É difícil acreditar, pois éramos muito próximos, sempre conversávamos e recentemente estive com ele e ele me disse que estava tudo bem. É uma grande perda para o Estado e para nós”. Aureliano reiterou que Nuno aparentava estar bem física e psicologicamente.

Segundo o sargento da PM Ivaldo Rocha, que acompanhou a ocorrência, a família ainda não acredita na morte do médico. “Todos estão muito abalados ainda, quando chegamos com a equipe já tinha um morador do prédio tentando reanimá-lo. Ele caiu em cima da escada, o que certamente deve ter lhe acarretado muitas fraturas no corpo”, afirma o sargento.

Ainda de acordo com informações de equipes da PM e do Corpo de Bombeiros, há poucos dias Nuno se encontrava bastante debilitado devido a uma possível depressão e havia recebido a notícia de que sua mãe estava com um grave problema de saúde. Um jardineiro do residencial informou que viu quando o ex-vereador subiu ao 12º andar, e achou a atitude estranha, já que o local estava em reforma. Ele estava acompanhado da família no apartamento minutos antes de cair do prédio. Familiares e amigos ficavam desolados ao se deparar com o corpo no chão. A esposa de Nuno é síndica do Residencial onde os dois moravam.

FOTO: Arquivo Pessoal

FOTO: Arquivo Pessoal

Fonte: O Rio Branco


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.