O MDH/AC – Movimento dos Direitos Humanos do Acre, irá denunciar invasores do ramal do cacau

Publicado em 17 de dezembro de 2013

O MDH/AC – Movimento dos Direitos Humanos do Acre, irá denunciar aos órgãos competentes. O fato de servidores públicos do estado do Acre, serem os autores e incentivadores da invasão ramal do cacau km 86 estrada de Sena Madureira. Como por exemplo a pessoa da senhora Aldenira Cunha, mais conhecida como Nira, que é professora da rede estadual de educação.

Um outro senhor por nome de Jânio Mesquita que é funcionário da secretaria de saúde do Município de Bujarí.

Todos estão no meio dos produtores rurais, e possuem em torto de 150 hectares de terra invadidas da união. E não residem na localidade. O que no nosso entender tiram proveito do suor cansando do verdadeiro trabalhador rural, que realmente precisa e se enquadra no perfil de assentados da reforma agrária.

Tal atitude dos mesmos é uma afronta ao estatuto do servidor público, E a própria lei federal do servidor. Os fatos que já é de conhecimento. De algumas autoridades como o prefeito de Bujari, e o seu secretario. De saúde, como também de pessoas ligado ao governo do estado. No caso de rio branco a própria secretaria estadual de educação.

Mais ninguém faz nada.

 

 

 


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.