Moisés Diniz(PC do B) protocola na justiça ação popular contra reajuste de 15% na tarifa de energia no Acre

Publicado em 10 de dezembro de 2013

Saimo Martins

saimomartins@gmail.com

m (1)

O deputado governista Moisés Diniz (PCdoB) declarou na manhã desta terça-feira (10), que protocolou na Justiça Federal, a ação popular contra o reajuste de 15,58% na tarifa de energia no Acre. O comunista destacou ainda que está propondo que o comércio, serviço e residências passem pelo mesmo critério que reduziu a tarifa de energia na indústria em 4,68%.

“A proposta é que Aneel possa reduzir em 4,68% a tarifa de energia- que é o percentual que foi reduzido nas tarifas das indústrias. Apresentamos três argumentos técnicos para embasar a ação popular. Entregamos um documento que levanta aspectos técnicos e jurídicos, além da medida provisória da presidenta Dilma, que desonera as energéticas”, frisa.

Segundo o parlamentar, a medida provisória presidencial teria com principal objetivo de baixar custo e o preço final ao consumidor. “No período desta medida, o Acre mudou 80% da matriz energética. Reduziu a queima de combustível de termoelétrica para hidrelétrica, mesmo assim, tivemos o maior reajuste de energia do país”, enfatiza o comunista.

Moisés vai convidar representantes dos movimentos sociais para visitar o juiz federal, para que a Justiça Federal possa se senilizar com as dificuldades enfrentadas pelos acreanos.

“Vamos chamar a bancada federal do Acre para saber o que eles farão com a Aneel. A presidenta Dilma nos deu uma redução com a mão direita e retirou com a esquerda. O Acre não aguenta este reajuste de quase 16%. Um reajuste criminoso contra os acreanos”, conclui.

 


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.