Livro aborda a utilização de resíduo para agricultura

Publicado em 18 de dezembro de 2013

Eduardo Mattar

eplmattar@hotmail.com

topo

O Núcleo de Agroecologia do Vale do Juruá, da UFAC / Campus Floresta, lançou no mês de dezembro o livro “Cinza de osso – fósforo e cálcio para agricultura”. O material é produto do projeto CVT Acre, coordenado pela Profa. Rosana Santos (IFAC) e apoiado pelo Conselho nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Segundo Prof. Eduardo Mattar (UFAC), autor, trata-se de um documento que aborda o aproveitamento de resíduos de matadouros e açougues para a produção de alimentos: “O osso se não for o primeiro, é um dos mais antigos adubos fosfatados da história. É um material que possui em sua composição cálcio e fósforo, dois nutrientes essenciais para o desenvolvimento das plantas“.

Já Prof. Elízio Frade (UFAC) ressalta a importância do trabalho quando se pensa na economia energética. “Em Cruzeiro do Sul, onde não existe infraestrutura para graxaria, os resíduos de matadouros e açougues são todos despejados em lixões. Isso é um desperdício energético, pois gera poluição e deixa de produzir adubo para agricultura, em uma região onde o fertilizante é muito caro”.

O material pode ser consultado no site do Núcleo de Agroecologia do Vale do Juruá de forma gratuita. O endereço é: www.ufac.br/agroecologia.

 


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.