Candidatura única da oposição para governo em 2014 pode ser selada nos próximos dias.

Publicado em 4 de dezembro de 2013

Marlus Ferreira

 [email protected]

coluna marlus

Rumo ao consenso

* Todos os indícios dentro da oposição indicam um entendimento de todos os lideres dos partidos para selar a tão sonhada candidatura única ao governo em 2014. Essa tese começou a ganhar forças a partir do momento que o senador Sergio Petecão começou a entender que essa será a melhor forma de enfrentar a FPA em 2014.

Pra que dois turnos?

* Se a população acreana realmente quiser mudar o comando do estado do Acre em 2014, fará já no primeiro turno, caso a oposição tenha um só candidato.

Não é oposição

* Não tem como colocar o nome do deputado federal Henrique Afonso(PV) como integrante da oposição no Acre. A candidatura de Henrique não passa de uma candidatura de um parlamentar que não consegui o espaço que achava que deveria ter dentro da FPA.

Fora do mandato

* Existe uma grande expectativa sobre a renuncia ou não do prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales. Muitos acreditam em sua renuncia. Outros acham que ela não acontecerá, e que o prefeito irá até o final em sua luta na justiça para se manter no cargo.

Mudança de agenda

* A visita do deputado federal e pré-candidato ao governo,Márcio Bittar(PSDB) ao Juruá foi adiada por motivos familiares. O deputado está ao lado de sua irmã, que sofre com um sério problema de saúde.

Se depender de Petecão

* Para o senador Sergio Petecão(PSD), a oposição tem somente uma chance de ter candidato único ao governo. O nome que pode unir toda oposição é o do deputado federal Gladson Cameli(PP).

Sem chance

* Mas, pelo que tenho conversado com o deputado Gladson Cameli, não existe a possibilidade de uma candidatura ao governo em 2014. Porém na política tudo é possível.

Mâncio Lima e suas qualidades

* Dizer que o secretario da fazenda Mâncio Lima Cordeiro ocupou vários cargos importantes que o habilita para tentar uma vaga na câmara federal, isso ninguém dúvida. Mas, o eleitor não vai levar isso em conta na hora de votar. Principalmente os eleitores do Juruá que na maioria nunca ouviu falar em Mâncio.

Barco furado

* Se o pensamento do deputado federal Thaumaturgo Lima (PT) de não concorrer a reeleição para se preparar para disputar a prefeitura de Cruzeiro do Sul, está um tanto equivocado. Seja quem for o candidato a prefeito de Cruzeiro do Sul em 2016 pela FPA, não conseguirá derrotar o candidato apoiado pelo atual prefeito.

Correndo risco

* Quem está correndo risco de não coligar com ninguém para deputado estadual é o PSDB. Todos os partidos que integram o bloco estão se distanciando dos tucanos quando se fala em coligação. Nenhum partido quer servir de escada.

Garantido

* Quem não faz muita questão de coligar para deputado estadual é o PMDB. Mesmo saindo sozinho, conseguirão reeleger os deputados Chagas Romão e Antônia Sales.

Prioridade

* Não há mais dúvidas que o jovem Nicolau Junior será prioridade do PP no Juruá para a Assembléia Legislativa em 2014. Nicolau Junior terá o apoio incondicional do deputado federal e pré-candidato ao senado Gladson Cameli(PP).

Sem candidato a federal

* Até agora ainda não se confirmou nenhum nome forte para disputar uma vaga na câmara federal em 2014, legitimamente de Cruzeiro do Sul. Um dos mais fortes seria o do jovem Marcelo Siqueira, que ainda não foi confirmado pelo PT. Outro que se for para a disputa será muito forte é o de Jessica Sales, filha do atual prefeito.

Bom dia a todos leitores

Fone para sugestões e informações 9994-7164


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.