Só Bolsonaro na causa?

Publicado em 2 de outubro de 2017

bolsonaro

Voto dos descontentes

Como um foguete, o deputado Jair Bolsonaro sobe nas pesquisas para a corrida à Presidência da República porque ele representa a alternativa dos eleitores descontentes com a política brasileira diante dos escândalos, das falcatruas, da roubalheira e dos acordos espúrios.

Para muitos, “só Bolsonaro na causa”.

Juntos e misturados

Viva a corrupção e a impunidade. A frente ampla que vai do PSDB, PMDB até o PT, para salvar Aécio, foi batizada de “Todos por Todos”.

Adiamento

Esse grupo de senadores caminha para tentar adiar a votação prevista para terça-feira 3, sobre devolução do mandato do senador Aécio Neves. È que existe uma grande parcela de parlamentar que prefere não ter que apreciar o destino do colega, deixando a bola nos pés do Supremo Tribunal Federal.

Conversa com presidenciáveis

Depois do encontro com Ciro Gomes, provável candidato do PDT ao Planalto, o governador do DF, Rodrigo Rolemberg (PSB), que amarga baixos índices de popularidade, diz que vai procurar Marina Silva, líder da Rede. Ele também esteve com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

* A pauta dos encontros não foi divulgada.

Invasão de prefeitos

Esta semana os prefeitos invadirão literalmente a Câmara e o Senado na tentativa de emplacar propostas orçamentárias para as prioridades dos municípios. È que os deputados federais e os senadores estarão fechando as emendas individuais que serão encaminhadas ao orçamento da União de 2018, cujo prazo se expira nesses dias.

* A grande maioria dos prefeitos do Acre já confirmou presença.

Parcialmente livre

Por 4 votos a 2 os ministros do TSE revogaram a prisão domiciliar do ex-governador do Rio Anthony Garotinho (PR).Ele foi detido em 13 de setembro enquanto apresentava seu programa de rádio.

* Garotinho foi condenado a mais de 9 anos de prisão na Operação Chequinho, que apura compra de votos na eleição de 2016 para a prefeitura de Campos. A pena foi convertida em prisão domiciliar. Agora, Garotinho passa a cumprir pena apenas se condenado por um colegiado, em segunda instância.

Barulho à vista

Em guerra declarada, PMDB e DEM terão novo embate à vista. No dia 4 de outubro, o PMDB vira MDB e pretende rejuvenescer a legenda usando apenas a marca “Movimento” ou “Move”.

* Só que… “Movimento” era um dos nomes preferidos do DEM para batizar o seu projeto de repaginação. Os dois partidos disputam a filiação de novos quadros.

Frase

“Político brasileiro em campanha eleitoral bate à porta dos pobres. Eleito, adentra a dos ricos”.

Por: Mariano Maciel


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.