Brasil pode ter Intervenção se o STF deixar um condenado assumir o poder 2018

Publicado em 7 de outubro de 2017

cel da reserva

Bem recente circulou na mídia nacional, quando o general da reserva Luiz Eduardo Rocha Paiva avisou que os militares devem intervir se o STF permitir que um condenado assuma o poder em 2018.

A intervenção militar será legítima e justificável, mesmo sem amparo legal, caso o agravamento da crise política, econômica, social e moral resulte na falência dos Poderes da União, seguida de grave instabilidade institucional com risco de guerra civil, ruptura da unidade política, quebra do regime democrático e perda de soberania pelo Estado. Esse processo revolucionário já foi propugnado, publicamente, por líderes de movimentos pseudos sociais e políticos de ideologia socialista radical, todos investindo constantemente na divisão da sociedade”.

Os bandidos tomaram conta do Brasil, estamos nas mãos de políticos corruptos ladrões em todas as esferas de poder, estamos nas mãos de bandidos armados que nos assaltam nos roubam e no menor movimento somos executados sem chances de defesa. O povo brasileiro precisa de ajuda e também precisa se ajudar. A corrupção é o câncer e talvez o militarismo seja a quimioterapia com seus efeitos colaterais para a cura do câncer da corrupção política.

Será que tem alguém que acredite nesses corruptos da política brasileira na sua grande maioria? O que a população esta esperando o quê,  para pedir o fechamento do Executivo, Legislativo e Judiciário, todos fingindo que estão em busca de uma solução, quando o brasileiro sabe que a realidade é outra. Para completar, o Legislativo agora ameaça revogar a decisão do Judiciário e o STF não parece estar nem um pouquinho incomodado. Se isso não é conflito de poderes, o que é?

Esta muito complicada a situação do povo brasileiro com certos políticos saqueando nossas riquezas. Só se fala em desvios de milhões e mais milhões de dólares, reais.
Isso tem que ter um fim, só depende da população dizer chega de tanta corrupção.

 

Por: Edilberto Araujo

Fonte: 


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.