Palácio Rio Branco 2019: Começou a corrida maluca.

Publicado em 5 de setembro de 2017

a-1

A eleições nos estados da região norte costuma ser a mais apaixonadas, chega a ser insano o comportamento das pessoas durante esse período. Em algumas cidades, famílias se dividem, as paixões se exacerbam a ponto de amigos de infância se tornarem os piores inimigos. Aqui no Acre não é diferente, de agora até outubro do ano que vem, será exatamente isso. Muitos eventos público, emoções e principalmente a boa e velha perseguição. É isso, brigas por ego, espaço e poder, e a nossa missão, é dar luz, a aquilo que as pessoas comuns, nem sempre podem ver. Então vamos nessa.

O leão ainda é o mesmo?

O encontro do PMDB de Cruzeiro do Sul, ocorrido na noite de ontem segunda 04, na Musical Importadora, trouxe a tona uma questão relevantes para o futuro da oposição do Juruá. A força do Leão do Juruá, ainda é mesma? Era esperado um evento para seiscentas pessoas, e o que se viu, foi algo em torno de 300 pessoas presentes. Membros do PMDB afirmam que o evento foi um sucesso, por ser feito numa segunda feira à noite, e com muita chuva. Embora a repercussão no meio político seja, que foi abaixo do esperado. Foram mobilizadas todas as forças, inclusive com transportes a disposição para a Zona Rural e mesmo assim o evento, que foi bom, poderia ser ainda maior. Em outros tempos, quando era prefeito, Vagner Sales colocaria facilmente de mil, a mil e quinhentas pessoas num evento como esse. É cedo para tirar qualquer conclusão, a política e os políticos estão muito desacreditados e mobilizar grandes massas em manifestações políticas tem sido uma tarefa cada dia mais difícil. Certamente nem mesmo o Leão do Juruá está imune aos efeitos dos desgastante da politica e dos políticos.

Expor Juruá 2017

Acostumados a eventos grandiosos, que entraram para a agenda cultural da região do Juruá, a Expor Juruá de 2017 não foi nem sombra de anos anteriores. Realizada dentro da área urbana do município, na tradicional avenida Mâncio Lima, o parque de exposições ocupou apenas dois quarteirões, e nem de longe se comparou aos dias em que era realizado em érea destinada para este fim, no estacionamento da Arena do Juruá. Talvez por esse motivo, populares se referiam a exposição desse ano de forma jocosa como: Expor Mion Juruá 2017.

Pegou mau

Pegou mau para o governo do estado e para os organizadores, as repercussões negativas da Expor Juruá 2017, principalmente em relação a cavalgada, que sempre foi considerada o carro chefe da tradicional festa regional. O evento que outrora arrastou multidões esse ano contou com nove cavalos e cerca de 300 pessoas. Nas redes sociais foram incontáveis as criticas, um empresário do ramo de entretenimento chegou a postar, que ao passar pela cavalgada da Expor Juruá 2017, teria se deparado com oito cavalos e vinte pessoas. Sem contar com o pouco espaço para o publico transitar entre as barracas da feira, e os transtornos causados a população em geral com a interdição da avenida Mâncio Lima. Que em 2018 o evento volte a viver seu melhores dias, Cruzeiro do Sul e o Juruá merecem assa atenção.

Azedou

Conforme informação dada pela coluna, o DEMOCRATAS não anda nada satisfeito com a postura do senador Gladson Cameli, em relação a questão do não cumprimento do acordo firmado com a direção nacional do partido, em indicar seu vice na chapa das eleições  do ano que vem. Uma boa parte do partido já defende abertamente o rompimento definitivo com Cameli, e a opção por uma terceira via. Esta marcada para o próximo dia 10 de setembro, uma reunião ampliada do partido para decidir se rompe definitivamente com Gladson Cameli. Fontes dão conta de que a maioria dos membros do partido, não acredita mais na palavra do Senador e entendem que o melhor para o partido é o rompimento. Entre os democratas apenas o deputado federal Alan Rick ainda mantem conversas abertas com o Senador.

Com a bola toda

Ao contrario dos democratas, a relação do tucano Major Rocha com os progressistas, vai muito bem obrigado. Confirmando informação dada pela coluna na sexta feira dia 01 de setembro, Rocha deve mesmo indicar o vice na chapa de Cameli, e o nome é o mesmo dado pela coluna naquela oportunidade, o da jornalista e irmã do deputado Mara Rocha. O anuncio oficial será feito dia 27 de setembro em evento da oposição em Cruzeiro do Sul.

Encruzilhada

O prefeito Iderlei Cordeiro encontra-se numa encruzilhada difícil de sair sem maiores arranhões, e até, por que não dizer, certo desgaste. O prefeito do PMDB tem um acordo com seu padrinho politico nas eleições de 2016, o ex-prefeito Vagner Sales, de apoiar a filha e deputada federal Jessica Sales, em 2018. Ocorre que o tio de Cordeiro, o empresário Rudilei Estrela, também é candidato a deputado federal pelo partido progressista.  De tal sorte que Cordeiro terá que escolher entre cumprir o acordo e ao fim, e ao cabo, participar de uma vitória que não é sua, ou focar na candidatura do tio Rudilei, e fortalecer seu grupo politico. Seja qual for a decisão do prefeito, é sabido e notório que o fato tem dado muito o que falar na região do Juruá.

Roubou a sena

Durante visita aos municípios do Juruá,  no ultimo fim de semana, o deputado estadual e presidente da ALEAC Ney Amorim, roubou a sena. Sempre bem humorado, o carismático deputado cumpriu agenda ao lado do também deputado estadual Nicolau Junior. Ney visitou empresários, lideranças partidárias e ainda arrumou tempo em sua agenda, para uma visita ao mercado do agriculto de Cruzeiro do sul, onde posou para foto com o meu amigo Albanizio Maia, umas das referencias no comercio de produtos regionais em Cruzeiro do Sul.

Segundo voto

Ao cumprir agenda ao lado do deputado oposicionista Nicolau Junior, Ney Amorim acendeu, mesmo sem intenção, o debate dentro da oposição pelo segundo voto na eleição para o senado federal de 2018. Cresce o movimento de oposicionistas, que não veem problema em ter o pré-candidato petista, como segunda opção de voto para o senado federal. Seja porque não vota em Marcio Bittar, Petecão, ou por que acha que votando em Ney enfraquece Jorge Viana, Ney Amorim pode ser o segundo voto de muitos oposicionista ano que vem.

Acordo

A coluna apurou, que no acordo firmado entre o ex-deputado federal Marcio Bittar, e o ex-prefeito Vagner Sales, na corrida ao senado federal do próximo ano, caberá ao ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, indicar o primeiro suplente de Bittar. E o próprio Vagner Sales sera o primeiro suplente. o acordo prevê ainda que, em caso de vitória de Marcio Bittar, Vagner venha a assumir o mandato em 2020 para capitanear a oposição do Juruá, nas eleições que podem levar novamente um Sales a prefeitura de Cruzeiro do Sul.

Acordo II

Em reunião de caciques oposicionistas em que a pauta era eleição de 2018, entre a eleição de Marcio Bittar ao senado, suplências, e candidatos a deputados federais, o tribunal de contas entrou na pauta. Um presidente de partido que esteve presente na reunião, revelou a coluna o que ficou acertado. Segundo ele em caso de vitória de Gladson Cameli ao governo, um cacique da oposição do Juruá, teria o filho indicado por Cameli, como conselheiro do tribunal contas. Alguém arrisca um palpite?

Carla Brito

Membros da FPA do Juruá tem encabeçado um movimento, na tentativa de emplacar a candidata derrotada nas eleições municipais de Cruzeiro do sul, a delegada Carla Brito como candidata a vice da chapa da frente popular em 2018. Embora seja apenas um embrião, o movimento não é unanimidade entre os lideres partidários, pelo menos três presidentes de partidos manifestaram a coluna contrariedade ao nome de Carla Brito a indicação.

De Tarauacá

O ex-deputado e ex-presidente da ALEAC Edivaldo Magalhães  defende que o vice-governador na chapa da FPA seja indicado de Tarauacá ou municípios da região. tem coerência a análise feita por Magalhães ao levantar a tese. O ex-deputado afirma que foi na região em questão, que as eleições foram decididas a favor da frente popular em 2014, e os dados da justiça eleitoral apontam que, de fato naquela região, além de sempre eleger um deputado estadual da FPA, o governador Tião Viana chegou a botar mais de cinco mil votos de vantagem no seu adversário, naquela ocasião Marcio Bittar.

Emilson farias

Um outro nome que tem sido bastante comentado nos bastidores  políticos da FPA, como possível candidato a vice-governador, na chapa do PT em 2018, é o do secretario de segurança Emilson Farias. Alguns militantes mais afoitos, chegam a dizer que Emilson seria o nome da preferencia do governador Sebastião Viana. Já um cardeal petista, garantiu a coluna que ainda é cedo para essa discursão, e que esse assunto será tratado com a seriedade que ele merece, mas que ainda não será agora. Mas, nas pratica as conversas já começaram: façam suas apostas.

O todo poderoso

Por ser metido, e querer mandar em todos os partidos e lideranças da oposição, um cacique juruanse já está sendo chamado pela ala independente da oposição de: “Todo Poderoso”. vai um doce pra quem adivinhar quem é ele.

Cerveró do Juruá

Nestor Cerveró se notabilizou no senário nacional por suas picaretagens, como homem forte do esquema de corrupção da Petrobrás, e por ter uma deficiência característica no olho esquerdo. Recentemente nos corredores da câmara municipal de Cruzeiro do Sul, ouço entre cochichos alguém dizer baixinho, ao apontar para uma das personalidades presentes: “ele é o Cerveró do Juruá”. Se é pela característica física, ou por outros atributos, só quem fez a comparação poderá dizer. Fato é que a política do Juruá parece ter ganhado sua versão tupiniquim dessa figura hilária. O povo realmente não perdoa.

Sem mi mi mi

Recebo a ligação de importante figura politica acreana, bravo com fato publicado na coluna da ultima sexta feira. Pergunto de bate pronto ao valoroso amigo: é mentirá o fato retratado? Eis que em silencio demorado, me responde que: “não”. E arremata: “mais não era pra publicar”! no que, em risada demorada, me afirma: “mais dei umas boas gargalhadas ao ler a coluna”. Foi-se o mi mi mi, e entramos noite adentro a por o papo em dias. Afinal, são as boas amizades, e os ideais, e não o mi mi mi, que mantem viva a boa politica. E viva a boa politica!

 

Por Luiz Carlos Rosa

 


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.