Câmara prepara “cheque em branco” para financiar campanhas de 2018 tapa na cara do cidadão

Publicado em 22 de agosto de 2017

camara-federal5

Retirada do valor do fundo público – que era estimado em R$ 3,6 bilhões – do texto da reforma política tenta diluir desgaste com debate sobre o tamanho da verba e adiar definição para outubro,

Preocupados com a repercussão negativa em torno da criação de um fundo eleitoral de R$ 3,6 bilhões, os deputados retomam nesta terça-feira (22) a votação da reforma política dispostos a aprovar o financiamento público de campanha, porém sem estipular valor para os gastos nas eleições de 2018. A ideia é ludibria a população mais uma vez como sempre tem feito os parlamentares com o povo brasileiro.

Já começa se criar movimentos em redes sociais “voto nulo sim”, isso é uma resposta do eleitor nas próximas eleições de 2018. Isso configura uma perda de credibilidade e de respeito na classe politica, hoje o Brasil vive seu pior momento da sua historia politica envolvido com corrupção.

O congresso nacional hoje tem uma representatividade de 99,99% com a corrupção, se a população não buscar uma forma de passar o Brasil a limpo possivelmente não poderá livrar o país das garras dos corruptos. Dai vem nascendo os movimentos “voto nulo” no Brasil.

 


Deixe o seu comentário:

Todos os comentários postados são de responsabilidade de seus autores.